segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Derramamento de Sangue de Animais Inocentes a favor de uma Associação de Dadores de Sangue!!! (30/10/2016)

Há uns dias:
- Fotos 1 e 2 – Em paz no seu habitat natural.



Durante a manhã de ontem:

- Foto 3 – Conduzidos para encurralamento;

- Fotos 4 e 5 – Encurralados para serem, de seguida, obrigados a entrar num carro de transporte;



- Sem foto – O transporte, com todo o stress associado;

- Foto 6 – Um dos encurralados, com um olhar que diz tudo, já nos curros da praça de touros de Évora.


Durante a tarde de ontem:

- Sem foto – Corte dos cornos/embolação; 

- Foto 7 – Na arena, perante um público desprovido de compaixão;

- Foto 8 – Na arena, a ser atacado, enquanto se vai esvaindo em sangue;

- Sem fotos – Outros momentos de horror, como o retirar das farpas e o abate.

Objectivo desta duplamente vergonhosa tourada (de 30/10/2016), que provocou muitos ferimentos, conducentes à perda de litros e litros de sangue, e a morte a animais sencientes: 
  • Donativo de parte da receita à Associação de *Dadores Benévolos de Sangue* do distrito de Évora!!!

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Goya NÃO era "Taurino" coisíssima nenhuma!

Teófilo Braga
12 h
Goya e a tauromaquia
Muito recentemente adquiri a publicação “A Vida e a Arte de Goya”, inserida na publicação quinzenal “Iniciação – Cadernos de Informação Cultural”, editada, em 1943, pelo Professor Agostinho da Silva.
Francisco José de Goya y Lucientes (1746 - 1828) foi um pintor e gravador espanhol que, segundo Agostinho da Silva, embora mantendo relações com gente da corte não perdeu a independência e o “gosto de livre crítica”, continuando a ser um “homem do povo do nascimento à morte”.
Nos últimos anos da sua vida, “apesar da velhice e da doença, a sua capacidade de trabalho não diminui” tendo gravado “os Provérbios e a Tauromaquia”
Talvez pelo simples facto de ter obras sobre a tauromaquia, Goya foi, durante muitos anos, considerado um defensor das touradas, tendo sido um dos grandes vultos da cultura citado pelos adeptos das mesmas em defesa da sua continuação. A título de exemplo, ainda em 2010, Ignacio Gonzalez, vice presidente da Comunidade de Madrid socorria-se do “interesse de grandes artistas pelo espetáculo taurino”, entre eles Goya, para anunciar que o seu governo iria declarar as touradas como “bem de interesse cultural”.
Através de uma leitura mais recente da obra de Goya, os especialistas chegaram à conclusão de que ao contrário de ser defensor das touradas aquele terá sido um crítico da violência tauromáquica.
José Manuel Matilla, conservador do Museu do Prado, referindo-se a uma exposição sobre Goya que esteve patente naquele museu escreveu:
"A crítica romântica apresenta um Goya taurino, que inclusive na juventude chegou a tourear, mas essas gravuras são uma grande crítica à tauromaquia, especialmente pela enorme violência para toureiros e cavalos. A série termina com a morte de Pepe Hillo na Praça de Madrid, o mais famoso toureiro, que levou à proibição de touradas. Para Goya, as touradas não são ações heroicas, mas sim o medo e o terror, a morte, a violência e a irracionalidade”.
Segundo Sabela Rodríguez Álvarez, aquando da inauguração da referida exposição o escultor, Juan Bordes, destacou “quatro pinturas batizadas como Los toros de Burdeos, que mostram “o touro como o único inocente”, frente aos rostos do público e dos toureiros, que são representados de forma "monstruosa", como a personificação de "quem quer se alimentar de sangue”.
Teófilo Braga
(Correio dos Açores, 31058,18 de outubro de 2016, p. 14)

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Comentador RTP Insulta Quem Deseja a Abolição da Tauromaquia

Foto de Marinhenses Anti-touradas.

Durante a última tourada televisionada deste ano (ontem), um dos dois habituais comentadores, Vasco Lucas, utilizou o termo “escumalha”, no sentido mais pejorativo do termo, para caracterizar as pessoas que ele denomina como “anti-taurinos”! Tendo em conta que este indivíduo sempre se referiu a todos os não estão de acordo com a emissão de touradas como “anti-taurinos”, deduzimos que ele considera que os cidadãos e cidadãs que não concordam com a exibição de touradas pela RTP não passam de “escumalha”! O que é lamentável, é que se tenha servido da sua posição de comentador para proferir uma opinião pessoal em jeito de facto, recorrendo à expressão “anti-taurinos, essa escumalha”. Nada pode justificar tal atitude!
A melhor resposta que podemos dar a esta situação é um enorme aumento do número de pedidos à RTP para que pare de transmitir touradas. Faça a sua parte, e partilhe esta publicação. Formalização dos pedidos de não transmissão de touradas em http://media.rtp.pt/…/orgaos-s…/enviar-mensagem-ao-provedor/

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Rodeo na Marinha Grande?

(Actualização)
Afinal, vai ser utilizado um touro mecânico. Fica a nossa gratidão à @Associação Animal por, uma vez mais, ter agido pelos animais, bem como a todas as pessoas que participaram nesta acção de envio de mensagens. 
__________
Está previsto em rodeo para breve na Marinha Grande.
Por favor, envie uma mensagem para a Câmara Municipal da Marinha Grande, conforme sugerido pela Associação Animal e divulgue.
30AGO
30/8 - 10/9
6 pessoas com interesse · 16 pessoas vão

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

CIBER-ACÇÃO - CMTV Não Pode Começar a Emitir Touradas!

Escreva JÁ à CMTV! Há indícios de que esta estação de televisão pode vir a transmitir touradas! Vamos “cortar o mal pela raiz”.
Mensagem sugerida e endereços de e-mail aqui: https://www.facebook.com/events/215374458860590/
[Partilhe | Participe | Convide os seus amigos e amigas a participar]

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

A tauromaquia a acabar - Este ano não há tourada nas festas de Viana

Uma desculpa esfarrapada, mas que demonstra bem a falta de interesse na tauromaquia. E os organizadores de touradas sabem bem que se houver outras actividades (no mesmo horário) por perto, ainda vai menos gente à tourada!



Notícia JN:



Este ano não há tourada nas festas de Viana: O movimento 'Vianenses pela Liberdade' anunciou que este ano não vai realizar uma tourada 'por não conseguir enquadrar' o espetáculo no programa da romaria d' Agonia, que vai decorrer entre 19 e 21 de agosto.