domingo, 21 de junho de 2009

13 - Vem aí mais uma! Urgente: actuar e vencer!

Dia 19 de Julho, às 5 da tarde irá decorrer na Praia da Vieira (concelho da Marinha Grande) mais uma corrida de touros. Isto de acordo com notícia publicada num Jornal taurino, que nos dá conta de que no passado dia 5 de Junho ficou tudo confirmado e acertado entre João Oliveira (aficionado bracarense que tentou organizar este mês uma tourada em Braga que FELIZMENTE não foi autorizada) e os Bombeiros Voluntários da Vieira de Leiria e a Junta de Freguesia local.

Referencia de sua importância, é que na véspera desse dia 5 de Junho em que tudo terá ficado confirmado e acertado, no dia 4 de Junho, ao fim da tarde, havia sido garantido a 3 elementos do grupo de Marinhenses Independentes Anti-touradas, em atendimento em reunião de Câmara na CMMG, que não estavam autorizadas quaisquer corridas de touros para o concelho da Marinha Grande.

Os Marinhenses Independentes Anti-touradas, assim como a maioria das pessoas residentes na Marinha Grande querem que a cidade onde residem seja declarada anti-touradas através da implementação de compromissos municipais de não autorização da promoção e realização de touradas neste concelho.

A par desta pretensão, este grupo de amigos dos animais já começou a actuar no sentido de tentar impedir a corrida de touros agendada para 19 de Julho para a Praia da Vieira.

Em cada corrida de touros que se realizar neste concelho haverá, em média, 6 touros que serão torturados para gáudio de gente que ainda vai assistindo a este tipo de espectáculos medievais e que parece nem reparar no sofrimento psicológico e físico infligido aos animais toureados. Estes últimos são, submetidos a um elevadíssimo nível de stress e espetados com farpas aguçadas, as quais ficam cravadas no seu dorso, lhes dilaceram músculos e tendões, e lhes provocam hemorragias profundas. O sinal mais visível de que são brutalmente violentados em cada tourada corresponde aos litros de sangue que, durante a mesma, jorram através dos ferimentos que lhes são provocados. Sofrem horrores durante mais de 24 horas, desde que começam a ser preparados, ainda antes do início da corrida, até ao momento em que, já sem forças para se aguentarem de pé, debilitados por graves infecções e febres altíssimas, eles são abatidos num matadouro.

Os aficionados das touradas, que insistem em assistir às mesmas, só podem ser sádicos, ou nem reparar nos touros – talvez prestem demasiada atenção aos cavaleiros!

Quem se preocupa com os animais, por sua vez, recusa-se a assistir a espectáculos cruéis, mas não deixa de sofrer – pelo contrário: sofre, porque tem noção do que os touros, desmerecidamente, sofrem; desespera, por se sentir impotente para ajudar seres desgraçados, que não têm como se defender de quem os atormenta e desrespeita, de quem desrespeita, igualmente, os humanos que também faz sofrer.

Se é daqueles que tem vindo a sofrer pelos animais, não se limite a sofrer: faça alguma coisa por eles! Se quiser ficar a saber o que pode fazer para, todos nós, conjuntamente, tentarmos que a Marinha Grande seja declarada cidade anti-touradas, com tudo o que isso pode significar para a Marinha Grande e para Portugal, por favor envie-nos um e-mail para marinhenses.antitouradas@gmail.com. Basta escrever em que localidade reside. Dar-lhe-emos sugestões sobre qual o melhor contributo que pode dar por esta causa. Só as aceitará, se assim o entender. Estamos confiantes de que dará a sua preciosa contribuição. Se todos actuarmos venceremos e a grande vitória será a dos animais.

60 comentários:

  1. Nem quero acreditar que vão continuar com estes actos barbaros só proprios de gente retrogada...
    Que Presidente de Camara é este que aprova estes espectaculos indecentes?
    Uma grande vergonha para a Marinha Grande.

    ResponderEliminar
  2. Acerca do Michelito que proibiram de actuar em Portugal e muito bem, afinal o garoto tem 11 anos e nem sabe o que faz coitadito... encontrei este comentario interessante que quero partilhar...

    "Trazer um miúdo do México para deslumbrar os indígenas é a prova do desespero de um "espectáculo" em vias de extinção."

    E é mesmo....

    ResponderEliminar
  3. O Século XXI, que supostamente seria o da Humanização, está a tornar-se pré-histórico, aumenta a escravatura dia a dia, e a instigação à violência, Sr. Presidente, votei em si, nas próximas, tal como nas Europeias, vou votar em BRANCO, tem medo de se assumir? Diga ao menos o que pensa do assunto: Concordar com as touradas na Marinha Grande? Acha que é disso que a população precisa?

    Graça

    ResponderEliminar
  4. Como é possível o SrºPresidente da Camara da Marinha Grande autorizar novamente as touradas, acredite Srº Presidente da Camara Municipal da Marinha Grande não vai obter o meu voto,como é possível autorizar as touradas,um acto barbaro, pensa que as pessoas precisam de ver violência? Chega, basta de desgraças, não deixe que organizem mais touradas, fica aqui o apelo de uma cidadã que detesta maus tratos a humanos ou animais.

    ResponderEliminar
  5. E aqui tem mais uma! Votei CDU nas últimas eleições autárquicas. Estava na dúvida sobre se iria votar novamente na CDU porque nas eleições passadas votei essencialmente no saudoso Barros Duarte, esse sim, um verdadeiro amigo dos animais. Acredite Dr. Cascalho que está a candidatar-se a perder as próximas eleições. Acho que não tem noção da quantidade de pessoas que odeiam touradas e que o vão odiar se a tourada na Praia da Vieira vier a decorrer. Porra, quem gosta de touradas, já que não conseguimos acabar com elas em todo o país, que vá vê-las à Nazaré! Pelo menos a praça não é portátil! Ninguém vai deixar de votar no senhor se impedir a corrida da Praia da Vieira porque há outros concelhos em que se pode continuar a assistir a estes espectáculos, a Nazaré fica a 25 Km da Marinha Grande, sabia? Mas seremos muitos os que lhe vamos mostrar o que nos está a fazer devido ao que está a permitir que aconteça aos animais no nosso concelho. Talvez quando perder as eleições se enerve pelas decisões que não tomou no seu mandato, ganhe uma Úlcera no estômago e vomite sangue. Nessa altura, pelo menos, pense nos touros que vomitaram sangue no município a que preside. E se a decisão de não acabar com as touradas não é sua, mas de alguém que o anda a influenciar e a querer mandar mais do que o senhor, dê um murro no estômago a essa pessoa - talvez também ela vomite sangue e pense nos touros a quem tal aconteceu no nosso concelho. E se vocês, homens da CDU, tiverem vontade de chorar quando perderem as eleições não teremos pena – é que a nós também nos tem dado vontade de chorar o que se está a passar na Marinha Grande: onde é que já se viu começar agora (quando está a deixar de haver noutras localidades) a permitir a tortura de animais no concelho da Marinha Grande?!!! Que raiva! De seguida vou enviar um e-mail para os Marinhenses Independentes Anti-touradas e oferecer-me para os ajudar. Se me sugerirem que vos ajude a derrubar será o que farei, PELOS ANIMAIS!!!

    ResponderEliminar
  6. Lá estão voces outra vez a falar em nome da maioria dos marinhenses.. mas qual maioria? a maioria que esteve na manifestaçao?

    ResponderEliminar
  7. Lá tenho eu que referir outra vez os números de uma sondagem... de acordo com uma sondagem CIES/ISCTE/MetrisGfk encomendada pela ANIMAL, feita em Portugal em Março de 2007, 52,4% dos portugueses afirmaram querer que as cidades e vilas em que residem sejam declaradas cidades e vilas anti-touradas pelos respectivos municípios, através da implementação de compromissos municipais de não autorização da promoção e realização de touradas nos concelhos que administram. Esta conclusão tem por base uma amostra representativa da população portuguesa. Estávamos em 2007. Como ano após ano, se denota, nos países civilizados e também em Portugal, uma crescente preocupação com a protecção dos animais, se essa mesma sondagem fosse efectuada hoje, a percentagem de portugueses que iria afirmar querer que as cidades e vilas em que residem sejam declaradas cidades e vilas anti-touradas pelos respectivos municípios, só poderia ser ainda superior à obtida em 2007. No caso da Marinha Grande, não foi efectuado qualquer estudo dedicado exclusivamente a este concelho que permita calcular qual a percentagem de residentes na Marinha Grande que quer que esta seja declarada cidade anti-touradas, mas basta pensar um bocadinho: por cá, terra de poucos bovinos, não temos ganadeiros, nem toureiros, nem forcados, nem praça de touros fixa, ... e até temos uma importante história de luta contra as desigualdades sociais que nos incutiu um espírito de preocupação para com os mais fracos. Nas touradas, os mais fracos são os touros porque as bestas humanas os enfraquecem para os dominarem. Acha mesmo que os marinhenses, na sua grande maioria, não são anti-touradas? Se tem dúvidas, quer que lhe recomendemos entidades que fazem sondagens e o anónimo encomenda uma especificamente para o concelho da Marinha Grande?

    ResponderEliminar
  8. QUERO ACREDITAR QUE OS RESISTENTES MARINHENSES SÃO INTELIGENTES E CAPAZES DE DISCERNIR QUE NA REALIDADE AS TOURADAS TERÃO OS DIAS CONTADOS PELOS MOTIVOS QUE TODOS NÓS SABEMOS E NÃO VALE A PENA REPETIR.
    AGORA QUE É UM FACTO É QUE A MARINHA GRANDE JÁ NÃO TEM TANTOS MARINHENSES COMO ANTES E AGORA ESTÁ POVOADA COM GENTES DE FORA QUE NÃO SE MANIFESTAM MUITO, NEM ACERCA DAS TOURADAS NEM ACERCA DE NADA...
    ESTARÃO DESMOTIVADOS, DESINTERESSADOS, NÃO SEI...
    MAS ERA IMPORTANTE QUE DESSEM A SUA PALAVRA.

    AGORA CARO ANONIMO DAS 10.13 NÃO TENHA DUVIDA QUE A MAIORIA DOS MARINHENSES SÃO ANTITOURADAS... PORQUE SÃO INTELIGENTES...

    INFELIZMENTE NEM TODA A GENTE É IGUAL...

    ResponderEliminar
  9. Olhe lá, ó anónimo de 22 de Junho das 10:13, agora que já lhe expliquei como é que se pode comprovar que a maioria dos marinhenses são anti-touradas, quem é que, antes do seu comentário, estava a falar em nome da maioria? Nem mesmo a Anabela que explicou aos senhores da CDU que se estão a candidatar a perder as eleições falou em maiorias. Se, por exemplo, 1.000 eleitores (que estão longe de representar a maioria dos eleitores da Marinha Grande) que em condições normais votariam na CDU deixarem de o fazer, por a CDU não tomar uma posição de não autorização de touradas no concelho da Marinha Grande, isso poderá traduzir-se na vitória do PS. É que, como saberá, vai ser renhido o combate entre o PS e a CDU nas próximas eleições. O anónimo tem que começar a interpretar melhor o que lê! E, como diria a Maria Armanda – tente evoluir!

    ResponderEliminar
  10. É de compreensão lenta.Acho que estamos a dar-lhe demasiada confiança. Não podemos deixar que tourada se realize. Pensem organizar uma manifestação.Não voto na CDU mas sim no Bloco de esquerda,pelo menos respeitam as nossas opiniões.
    Pensem em pedir-lhes ajuda que eles não nos viram as costas .

    ResponderEliminar
  11. Realmente os estremos tocam-se. Nunca pensei que um Presidente da Camara Comunista fosse tão elitista.O povo da Marinha Grande quer espectaculos que os disponham bem.Como é obvio não sao os tauromáquicos.Para mim isto não é cultura.Sr Presidente não está a por em pratica a
    sociologia.

    ResponderEliminar
  12. E mais, acho que assim dificilmente conseguirá uma vitoria na Marinha Grande.

    ResponderEliminar
  13. Somos poucos ......
    Está enganado.Algumas pessoas não estão dispostas a ouvir as V/provocações e insultos.

    ResponderEliminar
  14. Dou os meus parabens a todas as pessoas que estão envolvidas no movimento anti-touradas.
    Já agora aproveito para dizer que não fico suepreso por o Dr. Alberto Cascalho e alguns camaradas autorizarem o evento.Devem gostar.

    ResponderEliminar
  15. Se o Dr. Cascalho e C.ª gostam, ou não, de touradas, não sei. Acho é que eles ainda não perceberam bem da quantidade de gente que neste momento está passada da cabeça por estar prevista esta tourada para a Praia da Vieira. É que isto é estar a gozar com o povo! E o povo é quem mais ordena! Vamos todos pensar no que fazer para não chegar a haver a tourada na Praia da Vieira? Convido os seguidores deste blogue a deixarem sugestões para acabar com isto de vez!

    ResponderEliminar
  16. em relaçao em votarem bloco de esquerda... sabem qual é a unica camara municipal que tem governaçao do bloco? sabem quantas touradas se fazem la por ano?
    em relaçao á sondagem, foi feita uma sondagem a nivel nacional e nao municipal! se fizessem uma sondagem por municipios, de certeza que o porto, braga e mais alguns municipios do norte, essas sondagens iriam reflectir-se numa vitoria para os anti-touradas, mas se fizessem umas sondagens nos concelhos do ribatejo e alentejo, os resultados eram bem diferentes como é obvio!
    com estes opostos se chega aos resultados da sondagem feita em 2007, a nivel nacional!!
    ja se fossem fazer uma sondagem aqui na Marinha, sem campanhas nem nada, so uma pergunta "seca" do tipo: 'concorda com a realizaçao de touradas na Marinha Grande?'... a julgar pelo vosso movimento, e pela vossa manifestaçao, iam corar de vergonha.. é a minha opiniao..

    (Não ponho em causa os resultados da sondagem feita em 2007,como é obvio, ponho em causa a vossa maneira de intrepertar os resultados, que sendo a nivel nacional nao reflectem o que se passa no nosso concelho.

    ResponderEliminar
  17. Legalmente nao podem fazer nada impedir a tourada na Praia da Vieira...

    ResponderEliminar
  18. Ora aí está uma coisa que não sei se será tanto assim. Estou para ir ver onde querem montar a praça do terror. Se estiver previsto ela ser montada na área de intervenção do POOC Ovar-Marinha Grande...

    ResponderEliminar
  19. E há mais: não há qualquer ilicitude em que determinada cidade se torne anti-touradas. Com tantos sinais inequívocos por parte das cidadãs e cidadãos da Marinha Grande de que querem que no concelho da Marinha Grande não sejam autorizadas mais touradas, por via da implementação de compromissos municipais de não autorização da promoção e realização de touradas, o Dr. Cascalho tem mais é que levar uma Moção que tem lá a votos e os vereadores têm mais é que a votar favoravelmente, tornando dessa forma a Marinha Grande uma cidade anti-touradas. Depois é só não permitirem que a tourada na Praia da Vieira se realize. E ainda há outras formas de fazer com que essa tourada não se venha a realizar, dentro da legalidade. Veremos o que isto tudo vai dar! Pensamento positivo!

    ResponderEliminar
  20. a praça vai ser montada onde foi maontada o ano passado, no mesmo sitio onde se montam os circos... e não é dentro dessa área.

    ResponderEliminar
  21. Ó anónimo das 2:07, o que é que sabe sobre sondagens? O que sabe sobre o nosso movimento? Corar de vergonha?!!! Uma grande vergonha são as touradas! Teriamos vergonha era se não estivessemos a fazer nada para tentar acabar com elas!!!

    ResponderEliminar
  22. Vejo que o anónimo das 2:33 é um expert quer em estatística quer em ambiente! Pois eu não frequento a Praia da Vieira e nem sei onde esteve montada o ano passado, nem onde são feitos os circos. Sabe que a área de intervenção do POOC ocupa 500 metros desde a linha de água do mar contados de poente para nascente? A praça estava a mais de 500 metros do mar. E, já agora, a quantos metros estava da margem do rio?

    ResponderEliminar
  23. mas é do mar ou do rio? decidam-se...
    estava aos mesmos metros onde sao montadas as tendas dos circo e onde foi montada a praça o ano passado, sem ninguem a reclamar...

    ResponderEliminar
  24. Há sempre uma primeira vez para tudo! Algo que não se reclama num determinado ano talvez se possa reclamar no ano seguinte! Na Praia da Vieira, como sabe, há mar e há o Rio Liz. A ideia que tenho é a praça, o ano passaso, não estava longe do rio. Há, pelo menos, 200 metros de área protegida nas margens do Rio Liz... mas não vale a pena estar aqui a falar sobre isto agora. Nada como ir lá e no terreno tentar perceber onde é que afinal estava a porcaria da praça o ano passado. Vale tudo!!!

    ResponderEliminar
  25. Anónimo taurino, durma sobre este assunto das touradas. Repense a sua posição. Não lhe desejo, obviamente, sonhos cor-de-rosa. Desejo-lhe que sonhe que é touro e que está a ser toureado. Se tal acontecer, não duvido de que amanhã vai voltar a entrar neste blog com a cabeça fresca e nos vai deixar uma mensagem de apoio. Até amanhã!

    ResponderEliminar
  26. Anónimo de 23 de Junho das 2:07: O Sr. dá a entender que sabe interpretar resultados de sondagens e que sabe o que são os planos de ordenamento da orla costeira, mas essa geografia anda muito em baixo. O RIBATEJO E O ALENTEJO NÃO SÃO CONCELHOS (ao contrário do que afirma). O Ribatejo e o Alentejo são antigas províncias de Portugal! A província do Ribatejo foi formalmente instituída pela reforma administrativa de 1936. Desde esta data que o seu território deixou de pertencer à antiga província da Estremadura. A Marinha Grande faz parte da Região Centro, Sub-região Pinhal Litoral, Distrito Leiria, Antiga província: Estremadura. Por isso não nos vamos comparar com o Ribatejo, e muito menos com o Alentejo que fica lá looooooonge! E considerando o concelho da Marinha grande, isoladamente, meu caro anónimo, até ao ano passado nunca houve qualquer corrida de touros neste concelho. Isso não lhe diz nada?

    ResponderEliminar
  27. o que eu quis dizer foi concelhos dessas regiões de portugal...

    ResponderEliminar
  28. ... O que se quer dizer nem sempre é o que se diz! E não foi isso que disse! Quanto aquilo que diz ser o nosso "movimento", ele está bem e recomenda-se! Pode ser que um dia se faça mesmo uma sondagem destinada exclusivamente ao concelho da Marinha Grande. Pode ser que este "movimento" consiga surpreender (pela positiva) muita gente. E vai ver que a Marinha Grande se vai tornar a segunda cidade Anti-touradas de Portugal. Não são pessoas como o anónimo que o vão, certamente, impedir!

    ResponderEliminar
  29. Em resposta ao convite da Isabel acho que devemos escrever para o Comandante dos Bombeiros Voluntários da Vieira de Leiria a explicar-lhe que há outras formas de angariar fundos sem estar a mal tratar animais. Moro na Vieira e vou enviar uma carta a dizer que discordo da realização desta tourada e a dizer que nunca mais farei donativos para os Bombeiros se a tourada não vier a ser cancelada. Deixo aqui este concelho de haver mais gente a escrever para lá. Talvez resulte se formos muitos.

    ResponderEliminar
  30. Será in espectaculo tauromaquico?

    ResponderEliminar
  31. É, é INqualificável!!!

    ResponderEliminar
  32. E também INadmissível!

    ResponderEliminar
  33. Cada espectáculo tauromáquico é ainda, entre outras coisas más: INdigno; INconsequente; INconcebível; INaceitável; INclemente e Incivilizado. Mais "in" do que isto, nem um Baile de Debutantes na zona de Cascais!

    ResponderEliminar
  34. Acredito que algumas pessoas vão as touradas porque é fino.

    ResponderEliminar
  35. Nada como acabar com elas! (Com as touradas, claro.)

    ResponderEliminar
  36. Há uns quantos séculos até podia ser considerado fino. A mentalidade das pessoas era pouco evoluída e além disso só as pessoas ilustres tinham direito a assistir a esses espectáculos cruéis. Criou-se assim nalgumas cabeças mais ocas a ideia de que as touradas são espectáculos para gente fina! Mesmo após as touradas passarem a ser espectáculos de massas essa ideia foi passando de geração em geração. Nos nossos dias, quem continua a achar que as touradas são espectáculos finos são aquelas pessoas que andam atrás das outras, mas ao retardador, e que quando finalmente fazem o que outros fizeram há muitos anos, ou mesmo séculos pensam que estão “in” quando já estão completamente OUT. Actualmente, nada mais parolo do que uma tourada!

    ResponderEliminar
  37. João, elas não vão à tourada porque é fino, mas porque pensam que o é!

    ResponderEliminar
  38. João, concordo com o anónimo de 25 Junho 1:39
    Touradas não são de maneira nenhuma um espectaculo para gente fina.Pessoas com alguma cultura e sensibilidade não suportam touradas.Veja neste Blog o tipo de algumas pessoas que gostam de touradas.
    Comentários ofensivos, ameaças etc

    ResponderEliminar
  39. Touradas + fino k manifestações

    ResponderEliminar
  40. Ninguém organiza, ou comparece numa manifestação, nomeadamente numa manifestação Anti-touradas por ser, ou deixar de ser, fino. Essa comparação que tenta fazer é completamente descabida! As manifestações servem, antes de mais, para tentar chamar à atenção dos aficionados, dos que, além disso, lucram com o negócio da tauromaquia, dos indecisos, dos jornalistas e dos decisores políticos, para a crueldade que comete quem tortura touros e também quem organiza estes espectáculos bárbaros, e para a cumplicidade de quem assiste a estes espectáculos tão cruéis para os animais, bem como, a de quem permite que os mesmos se realizem. A médio prazo, as touradas estão condenadas a desaparecer dos países em que ainda são toleradas, como, infelizmente, ainda é o caso de Portugal. Porém, quanto mais depressa acabarem melhor. É com este propósito que algumas pessoas organizam e comparecem em manifestações Anti-touradas – o da abolição URGENTE das touradas em Portugal.

    ResponderEliminar
  41. Nunca participaria numa manifestação porque não faz o meu género mas desejo-vos que consigam acabar com as touradas. Realmente há tantas coisas boas que se podem fazer pela Marinha Grande e não dá para entender como é que agora se começaram a fazer touradas cá.

    ResponderEliminar
  42. Olá Joana. Levantou uma questão muito interessante quando diz que as manifestações não fazem o seu género. Também não fazem o género da maior parte dos manifestantes que protestaram no dia 5 de Abril contra a primeira tourada de que há memória na Marinha Grande. Embora muitas pessoas que sabem quem somos nos agradeçam pelo que estamos a tentar fazer para que a Marinha Grande seja declarada cidade Anti-touradas e nos demonstrem, claramente, a nós, que são Anti-touradas, temos receio de que ao optarem por não se manifestar transmitam aos decisores políticos a mensagem, errada, de que são a favor da realização de touradas. Há muita gente que não tem, sequer, coragem para enviar uma mensagem via e-mail para o Presidente e Vereadores da CMMG a pedir-lhes que declarem a Marinha Grande cidade Anti-touradas, nem mesmo quando existe, para esse efeito, uma mensagem sugerida neste Blog que é só copiar, colar e enviar. Há até os que argumentam «amanhã posso precisar que alguém na Câmara me faça algum favor», o que nos parece até ofensivo para os individuos a quem se referem que, com toda a certeza, não fazem favores a ninguém e, muito menos deixam de os fazer por uma pessoa mostrar o que sente em relação à realização de touradas na Marinha Grande. Vivemos num país livre em que as pessoas têm todo o direito de exprimir as suas opiniões e o dever de o tentar tornar mais civilizado. É muito importante que as pessoas se manifestem, das mais diversas formas, contra as touradas, para que fique bem claro qual a sua posição sobre o assunto e para ficarem de bem com a sua consciência. Por favor, Joana, considere a possibilidade de, no caso de vir a decorrer um protesto de rua na Praia da Vieira no dia 19/07 comparecer nessa manifestação, ou, pelo menos, vá apelando a familiares e amigos seus Anti-touradas para que vão visitando este Blog, para ficarem conhecedores sobre se tal protesto irá ser levado a cabo e, se for esse o caso, não deixarem de se juntar a nós nesta luta de todos os que são contra os maus-tratos aos animais e contra as touradas. Os nossos agradecimentos por ter entrado neste Blog e os nossos Parabéns por ser Anti-touradas.

    ResponderEliminar
  43. Marinhenses Independentes Anti-touradas: O meu marido acabou de deixar um comentário no Blog dos Bombeiros Voluntários da Vieira de Leiria que acho que vão gostar.

    http://vieira-de-leiria1013.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  44. Vejam em:

    Sábado, 14 de Julho de 2007
    NOTICIAS DO CORPO DE BOMBEIROS

    ResponderEliminar
  45. Eu cá, já tentei que o João Paulo Pedrosa no blog dele em "Apanharam-me" diga se é a favor ou contra as touradas. Alguém consegue descobrir?

    http://joaopaulopedrosa.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  46. E o Cascalho? Não tem nenhum blog onde possamos pressionar o homem?

    ResponderEliminar
  47. Uma Marinhense Anti-touradas27 de junho de 2009 às 23:57

    O Dr. Cascalho não tem Blog. Temos que pensar numa forma de o continuar a pressionar! Não lhe podemos dar descanso. Ele tem que perceber o que sentem os munícipes do município a que preside!

    ResponderEliminar
  48. Uma Marinhense Anti-touradas28 de junho de 2009 às 00:06

    Enquanto não surge uma ideia bombástica para pressionar e, continuar a pressionar, o nosso Presidente da CMMG e, já agora, também os vereadores que hão-de votar a Moção Anti-touradas que a ANIMAL fez chegar à CMMG, podemos ir mostrando ao comandante dos BV da Vieira de Leiria que está errado os Bombeiros aceitarem dinheiro sujo! Podemos faze-lo, por exemplo, por carta, presencialmente, por telefone, ou por e-mail.

    Direcção:
    Bombeiros Voluntários da Vieira de Leiria
    R. Vinte e Cinco de Abril
    2430 Vieira de Leiria

    Telefone:
    244 699 080

    E-mail:
    vieira-de-leiria1013@hotmail.com

    Podemos também continuar a deixar comentários no Blog:
    http://vieira-de-leiria1013.blogspot.com

    ResponderEliminar
  49. Há um twitter da CDU! Estão a ficar mais modernos. A evoluírem desta forma talvez percebam, de vez, que as touradas são espectáculos medievais e retrógrados!

    http://twitter.com/CDUMGrande/status/1678746639

    ResponderEliminar
  50. Anti-touradas desiludida c/ os BVVL28 de junho de 2009 às 21:15

    Que boa ideia essa de deixar comentários no blog dos BVVL. Vou já para lá. Eles estão mesmo a pedir que a gente lhes diga umas verdades.

    ResponderEliminar
  51. Eu tentei enviar um mail para os BVVL mas veio devolvido...

    ResponderEliminar
  52. Olá, Cândida. Este endereço de e-mail (vieira-de-leiria1013@hotmail.com) é o que está no blogue dos BVVL. Não encontro mais nenhum. Que tal imprimires esse e-mail (que imagino que esteja lindo) e enviares por carta? Deixo-te morada completa - número de porta e últimos 3 dígitos do Código Postal incluídos.

    Bombeiros Voluntários de Vieira de Leiria
    R. Vinte e Cinco de Abril, 2
    2430-778 Vieira de Leiria

    ResponderEliminar
  53. Estou impressionado com a quantidade de comentários. Quero dizer-vos que sou bombeiro e que não concordo que os bombeiros arrangem dinheiro através de se mal tratarem animais. Vocês têm razão é muito mau que os comandantes concordem com que se façam touradas. Já salvei alguns animais em serviço e não parece bem que os bombeiros deixem que se faça sofrer cavalos e touros em touradas nem mesmo para arranjerem dinheiro.

    ResponderEliminar
  54. Sr. Bombeiro, então tente ajudar-nos, por favor. Se é Bombeiro na Vieira de Leiria transmita a sua posição ao seu chefe. Se é noutra localidade, tente perceber se o comandante é contra as touradas e, em caso afirmativo, pergunte-lhe se ele não se importa de tentar chamar o comandante dos BVVL à razão. O problema é que a maior parte das pessoas que são anti-touradas são demasiado pacíficas e não mostram o que sentem, para evitar, eventuais, confusões. Esperamos poder, de alguma forma, contar com a sua ajuda.

    ResponderEliminar
  55. Olá. Não tenho poder para convencer o chefe dos BVVL, mas acho que vão gostar de saber que a tourada do dia 19 de Julho foi adiada.

    ResponderEliminar
  56. FIXE....QUE BOA NOTÍCIA....

    ResponderEliminar
  57. Foi adiada e agora foi definitivamente cancelada.

    ResponderEliminar